Entenda porque usar equipamentos de estética sem ANVISA é crime e não gera credibilidade profissional

Tempo de leitura: 2 minutos

Com o crescimento do número de clínicas de estética no mercado é evidenciado a importância dos profissionais  de estética dedicarem maior atenção à qualidade com que seus serviços são prestados, e isto tem uma extrema relação com os equipamentos de estética utilizados pelos mesmos.

Muitos profissionais da área da estética acabam sendo enganados por supostos “vendedores” que oferecem um “super equipamento de estética” e sem registro na ANVISA por um preço bem mais barato do que os equipamentos nacionais.

Quem nunca se deparou com anúncios na internet de equipamentos de estética com preços mirabolantes e milagrosos?

Na maioria das vezes as pessoas se deixam enganar, pois confiam apenas no que o suposto “vendedor” disse e esquecem de perguntar se o equipamento tem registro na ANVISA, qual a garantia, qual a empresa responsável pela fabricação, importação, comercialização e manutenção do mesmo.

A prestação de serviço ao cliente está a cada dia mais complexa, pois de um lado o cliente está cada vez mais exigente e no outro extremo os profissionais de estética se empenham para a conquista da vantagem competitiva.

Na contramão da vantagem competitiva muitos profissionais investem nesses equipamentos de baixa qualidade e sem registro na ANVISA, comprando na maioria das vezes o equipamento pelo preço e não pelo valor que ele poderá gerar em seus atendimentos.

A utilização de equipamentos de estética com registro na ANVISA é uma obrigação básica do profissional de estética e com certeza um diferencial entre os mesmos.

Se você quer se destacar no mercado de estética positivamente nunca invista em equipamentos de estética sem registro na ANVISA, pois do contrário o seu destaque profissional poderá ser o inverso.

No Brasil é lei… para ser comercializado e utilizado nas clínicas, o equipamento deve ter registro na ANVISA, não importa qual certificação ele tenha em outros países, se não tiver ANVISA o produto está irregular no país.

Por que produtos sem registro na ANVISA ou sem notificação representam um risco à saúde?

Porque são produtos que não foram avaliados pela Anvisa e dessa maneira não há conhecimento sobre a sua composição, sobre as condições de fabricação e armazenamento, entre outras informações que qualificam o produto.

O risco em utilizar equipamentos sem registro na ANVISA ou sem notificação é justamente expor o organismo a compostos desconhecidos, que podem conter substâncias tóxicas, não apresentar a atividade esperada e que não oferecem qualquer garantia de segurança para os efeitos que possam causar.

Para comprovar que são seguros, que têm qualidade e que são eficazes para o objetivo que se propõem, os equipamentos sob vigilância sanitária precisam ser registrados ou notificados na Anvisa.”

Fonte: Diprofisio

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *