Você adicionou um produto ao carrinho
Você adicionou a sua lista de compras. O que deseja fazer agora?
Continuar Comprando! Concluir Compra!
X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!

Olá, faça o seu login ou cadastre-se. Compre pelo telefone (37) 3213-2913

Protocolos do New Skin MMO - Eletrocautério nos Tratamentos Estéticos

Protocolos do New Skin MMO - Eletrocautério nos Tratamentos Estéticos
  • Compartilhe este post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

0 votos

New Skin - Eletrocautério – Tecnologia moderna nos tratamentos estéticos

O New Skin é um equipamento com certificação na ANVISA que possui a tecnologia moderna do eletrocautério. Ele promove uma descarga de energia elétrica controlada para remoção superficial da pele através da  cauterização superficial. Através destes protocolos do New Skin o profissional da saúde que atuam na estética será capaz de desenvolver diversos tratamentos.

O New Skin apresenta 07 ponteiras de titânio, que com seus formatos diferentes, distribui de forma adequada o nível de energia na pele para oferecer diversas possibilidades de tratamentos nas disfunções estéticas faciais e corporais.

As ponteiras que possuem menor tamanho concentram mais energia, provocando assim uma lesão superficial que desencadeia um processo inflamatório terapêutico com reparo da pele no período de 07 a 21 dias, promovendo a melhora do aspecto geral da pele. Esta tecnologia pode ser utilizada para tratamentos como:

  •  Despigmentação da pele (remoção de manchas superficiais como senis e melanoses solares);
  • Remoção de pigmentos provenientes da micropigmentação;
  • Leucodermias solares (manchas brancas da pele decorrente do excesso de exposição solar);
  • Curetagem - Peeling (remoção superficial de pele) em procedimentos estéticos para limpeza superficial da pele;
  • Rejuvenescimento Facial (tratamento de rugas e linhas) através da indução do processo inflamatório e cicatricial, gerando aumento de colágeno na pele;
  • Tratamento de estrias e cicatrizes: indução do processo inflamatório e cicatricial com consequente restruturação das fibras de colágeno na pele.

A Terapia de reparo tecidual se faz necessária quando área da pele tem suas estruturas afetadas, comprometendo as funções celulares gerando aspectos negativos como flacidez, rugas e manchas. Quando esses danos estruturais à pele precisam ser remediados, ficam estabelecidos os princípios dos tratamentos estéticos que se baseiam no potencial de reparo da pele, levando a formação de novas estruturas (reparo da epiderme, ablação da síntese de colágeno sem fibrose, estimulação de fatores de crescimento endógenos) levando a melhora do aspecto geral da pele.

Para que os efeitos dos tratamentos sejam positivos é necessário que o profissional que vai manusear o equipamento e proceder aos protocolos, possua um conhecimento específico da fisiologia da pele e o processo inflamatório. É critério do profissional levar em consideração para o uso do equipamento e execução dos protocolos:

  • Biotipos (Tipos de pele) e suas variáveis – observe texturas, espessura, oleosidades, sensibilidade, desidratação, etc...
  • Fototipos (Miscigenação) - A cor da pele e suas tendências a pigmentações inflamatórias;
  • Ciclo de renovação celular (determina o intervalo entre as sessões e depende do grau de lesão provocada);
  • Identificação de manchas como melasma e pós-inflamatória que são contraindicados ao uso dessa tecnologia;
  •  Plano de tratamento (Procedimentos importantes sobre preparo da pele no Pré e Póstratamento);
  • Etapas para cumprir (desde a avaliação antes do procedimento até o acompanhamento home care - cuidados que o cliente deve ter antes e depois de fazer o eletrocautério);
  • Informação ao cliente quanto ao resultado imediato, médio e longo prazo e resultadoefetivo;
  • Critérios e informações quanto as possíveis intercorrências decorrentes do processoinflamatório;
  • Consultar o manual do equipamento que contêm, todas as informações sobre: 1. Contra indicações para uso do equipamento; 2. Procedimento de limpeza e manutenção do aparelho para oferecer segurança durante o procedimento; 3. Procedimento e limpeza das ponteiras pós-utilização.

Todos estes fatores citados podem interferir nos resultados do tratamento, levando a intercorrências desnecessárias, que podem deixar sequelas irreversíveis na pele.

 

Fototerapia

É o tratamento através da luz e eficientes fontes de luz são:

  1. Laser - Light Amplification by Stimulated Emission of Radiation
  2. LEDs - Light Emitting Diodes

A luz penetra nos tecidos e são absorvidas pelos fotorreceptores celulares denominados cromóforos. Os LEDs possuem propriedade de indução fotobiológica capaz de provocar alterações bioquímicas, bioelétricas e bioenergéticas nas células, estimulando a produção de energia e liberando substâncias como histamina e bradicinina. Tem ação fibrinolítica e antibacteriana. Além disso, há influência direta no metabolismo celular e no processo de regeneração de tecidos. A irradiação com luz induz ao estímulo de fibroblastos, aumentando a produção de ATP, a angiogênese e o fluxo sanguíneo.

 

LASER x LED

Na fototerapia o importante é o comprimento de onda da luz, não a coerência ou a ausência da mesma. Inicialmente se atribuía os efeitos do laser à coerência, mas foi mostrado que fontes não coerentes também apresentam bons resultados. LED Vermelha 660nm: propicia efeito de modulação inflamatória, analgesia, aumenta o reparo tecidual, induz fibroblasto a produção de fibras de sustentação e preenchimento, estimula ações antioxidantes, é importantíssimo o uso da luz pós-fulguração.

 

SUGESTÕES DE PROTOCOLOS

 

PREPARAÇÃO DA PELE - Ponteiras L, G e C

O protocolo de preparo de pele tem objetivo de melhorar a qualidade da pele, removendo superficialmente células mortas e promovendo a melhora da circulação sanguínea, oxigenação e renovação uniforme da pele, esse procedimento potencializa a permeação de ativos, e deixa a pele em melhores condições de receber tratamentos estéticos como a limpeza de pele, revitalizações, clareamentos, estrias, etc. Passo a passo:

  •  Higienização, esfoliação e tonificação de acordo com biotipo;
  •  Ajustar a ponteira L na caneta e com movimentos de varredura promover eritema suave (a intensidade da corrente pode variar de acordo coma a sensibilidade individual de cada um, assim como a quantidade de passadas da caneta no mesmo local);
  •  Para regiões orbicular dos olhos e boca, contorno da orelha, ajustar a ponteira C e proceder movimentos de varredura de modo suave observando a sensibilidade individual, ajustar a intensidade da corrente;
  •  Para rugas profundas, ajustar a ponteira G e proceder movimentos de varredura dentro da ruga de modo suave, ajustar a intensidade da corrente de acordo com a sensibilidade;
  •  Durante a aplicação, a pele deve estar completamente seca, sem resíduos de produtos e oleosidades;
  •  Seguir com protocolo definido de acordo com a avaliação do profissional.

 

1) CLAREAMENTO - Manchas Senis e Melanoses Solares

Renovação Celular (Peeling)

1 - Face, Colo e Mãos (Ponteiras L e C)

As manchas Senis são decorrentes do envelhecimento cutâneo e são normalmente de aspecto arredondado e acastanhado. O protocolo com as ponteiras L e C, tem por objetivo, promover um peeling superficial e melhorar a permeabilidade da pele para uso de ativos compatíveis com clareamento da pele. Passo a passo:

  •  Higienização, esfoliação e tonificação de acordo com biotipo;
  • Ajustar a ponteira escolhida L na caneta e com movimentos de varredura promover eritema suave, (a intensidade da corrente pode variar de acordo com a sensibilidade individual de cada um, assim como a quantidade de passadas da caneta no mesmo local);
  • Para regiões orbicular dos olhos e boca, contorno da orelha, ajustar a ponteira C e proceder movimentos de varredura de modo suave, ajustar a intensidade da corrente de acordo com a sensibilidade;
  • Durante a aplicação, a pele deve estar completamente seca, sem resíduos de produtos e oleosidades;
  • Aplicar fototerapia Led Vermelho 20s pontual sobre a região trabalhada;
  • Seguir com protocolo utilizando produtos dermocosméticos para o tratamento de manchas, conforme orientação do fabricante;
  • Finalizar com FPS.
2 - Manchas Senis Face, colo e mãos (ponteira P, PP e XP) - Fulguração

O protocolo com as ponteiras P, PP, XP, tem por objetivo, promover uma cauterização superficial da pele, com consequente processo inflamatório para reparo do tecido e remoção das manchas superficiais. Passo a passo:

  • Realize o “Preparo de Pele” conforme protocolo;
  • Promover assepsia da pele com produto com clorexidina ideal para uso tópico. Remover completamente;
  • Utilizar anestésico se necessário;
  • Retirar todo o anestésico utilizando gaze e soro fisiológico, mantendo a pele seca;
  • Ajustar a ponteira escolhida de acordo com o tipo de pele e grau da mancha a ser tratado;
  • Trabalhar de modo pontual ao redor da mancha e dentro dela de forma rápida, aproximando a ponteira sem encostar, APENAS UMA VEZ por ponto, este procedimento deve ser feito em toda a área a ser despigmentada; formando uma pequena crosta sobre a mancha que não deve removida em hipótese alguma;
  • Aplicar fototerapia Led Vermelho 30s pontual sobre a área trabalhada;
  • Seguir com o protocolo utilizando produtos dermocosméticos indicados para acalmar a pele, Obs.: não pode conter corantes, aromatizantes, conservantes agressivos, ácidos ou qualquer agente que possa causar irritação; de preferência ativos de ação clareadora;
  • Sugestão: produtos específicos para microagulhamento em monodoses, ou produtos pós peelings;
  • Não aplicar filtro solar em seguida, somente após no mínimo, 24hs;
  • Observar orientações pós-procedimentos (Anexo I) conforme o local de aplicação.

 

Lifting

1) Revitalização Facial - Rugas Dinâmicas e Estáticas (Ponteira L, G ou C)

Rugas Dinâmicas aparecem em razão dos movimentos repetidos da musculatura da face, e as rugas estáticas são aquelas decorrentes do envelhecimento da pele, por fatores cronológicos e ambientais. O protocolo de Lifting com as ponteiras (L, G ou C) tem por objetivo estimular a circulação, oxigenação e nutrição da pele, promover um peeling superficial estimulando o processo de renovação celular e ainda aumentar a permeabilidade da pele para uso de ativos que atuam no envelhecimento cutâneo. Passo a passo:

  1. Higienização, esfoliação e tonificação de acordo com biotipo;
  2. Ajustar a ponteira escolhida L na caneta e com movimentos de varredura promover eritema suave em toda face (a intensidade da corrente pode variar de acordo com a sensibilidade individual de cada um, assim como a quantidade de passadas da caneta no mesmo local);
  3. Para regiões orbicular dos olhos e boca, contorno da orelha, ajustar a ponteira C e proceder movimentos de varredura de modo suave, ajustar a intensidade da corrente de acordo com a sensibilidade;
  4. Para rugas, ajustar a ponteira G e proceder movimentos de varredura dentro da ruga de modo suave, ajustar a intensidade da corrente de acordo com a sensibilidade;
  5. Durante a aplicação, a pele deve estar completamente seca, sem resíduos de produtos e oleosidades;
  6. Aplicar fototerapia Led Vermelho 20s pontual sobre a região trabalhada;
  7. Seguir com protocolo utilizando produtos dermocosméticos para o tratamento de envelhecimento, conforme orientação do fabricante;
  8. Finalizar com FPS.

 

2) Rugas Dinâmicas e Estáticas (Ponteiras M, P, PP, XP) - Fulguração

O protocolo Lifting com as ponteiras (M, P, PP, XP), tem por objetivo, promover uma cauterização superficial da pele, com consequente processo inflamatório terapêutico para reparo do tecido, provocando nova síntese de proteínas de sustentação da pele (colágeno, elastina, ácido hialurônico, etc.) Passo a passo:

  1. Realize o “Preparo de Pele” conforme protocolo;
  2. Promover assepsia da pele com produto com clorexidina ideal para uso tópico. Remover completamente;
  3. Utilizar anestésico se necessário;
  4. Retirar todo o anestésico utilizando gaze e soro fisiológico, mantendo a pele seca;
  5. Ajustar a ponteira escolhida de acordo com o tipo de pele e grau do envelhecimento a ser tratado;
  6. Trabalhar de modo pontual ao redor da ruga, aproximando a ponteira sem encostar, APENAS UMA VEZ por ponto, este procedimento deve ser feito em toda a extensão da ruga; formando uma pequena crosta em volta dela, que não deve removida em hipótese alguma;
  7. Aplicar fototerapia Led Vermelho 30s pontual sobre a área trabalhada;
  8. Seguir com o protocolo utilizando produtos dermocosméticos indicados para acalmar a pele, Obs.: não pode conter corantes, aromatizantes, conservantes agressivos, ácidos ou qualquer agente que possa causar irritação; dê preferência ativos de ação preenchedora e revitalizantes;
  9. Sugestão: produtos específicos para microagulhamento em monodoses, ou produtos pós peelings;
  10. Não aplicar filtro solar em seguida, somente após no mínimo, 24hs;
  11. Observar orientações pós procedimentos (Anexo I).

 

3) Pálpebra Superior (ponteira P, PP e XP) Fulguração.

A pálpebra possui uma pele mais fina e sensível que a pele do corpo e mesmo do rosto. Ela sente mais rápido as alterações do meio ambiente, sofrendo com a desidratação e o envelhecimento precoce, deixando a pele flácida. O protocolo Lifting de pálpebras com as ponteiras (P, PP e XP), tem por objetivo promover uma cauterização superficial da pele, causando um processo inflamatório terapêutico, com beneficio da retração da pele provocando o efeito lifting. Passo a passo:

  1. Realize o “Preparo da Pele” conforme protocolo;
  2. Aplique o anestésico se necessário;
  3. Retirar o anestésico com gaze e soro fisiológico;
  4. Ajustar a ponteira escolhida (P, PP ou XP) de acordo com o tipo de pele e grau de flacidez;
  5. Trabalhar de modo pontual, bem leve, aproximando a ponteira sem encostar, apenas uma vez por ponto, em toda a extensão de pálpebra superior em forma de leque subindo no sentido da sobrancelha, não aplicar próximo aos cílios, (não realizar esta técnica na pálpebra móvel); e não remover a crosta em hipótese alguma;
  6. Aplicar fototerapia Led Vermelho 30s pontual sobre a área trabalhada;
  7. No término do procedimento pode-se aplicar produtos dermocosméticos indicados para técnica, sem corantes, aromatizantes, conservantes agressivos, ácidos. De preferência com ação rejuvenescedora. Sugestão: produtos específicos para microagulhamento em monodoses;
  8. Não utilizar filtro solar em seguida, somente após no mínimo 24hs.

 

4) Pescoço e Colo (ponteiras L, C ou G)

O protocolo Lifting pescoço e colo com as ponteiras (L, G ou C) têm por objetivo promover um peeling superficial e melhorar a permeabilidade da pele para uso de ativos compatíveis e a melhor circulação e oxigenação da pele e ainda estimula a produção de colágeno melhorando a firmeza do pescoço. Passo a passo:

  1. Higienização, esfoliação e tonificação de acordo com biotipo;
  2. Ajustar a ponteira escolhida L na caneta e com movimentos de varredura promover eritema suave em toda região do colo e pescoço (a intensidade da corrente pode variar de acordo com a sensibilidade individual de cada um, assim como a quantidade de passadas da caneta no mesmo local);
  3. Para rugas no colo e pescoço, ajustar a ponteira G ou C e proceder movimentos de varredura dentro da ruga de modo suave, ajustar a intensidade da corrente de acordo com a sensibilidade, até formar eritema;
  4. Durante a aplicação, a pele deve estar completamente seca, sem resíduos de produtos e oleosidades;
  5. Aplicar fototerapia Led Vermelho 20s pontual sobre a região trabalhada;
  6. Seguir com protocolo utilizando produtos dermocosméticos para o tratamento de envelhecimento, conforme orientação do fabricante;
  7. Finalizar com FPS.

 

5) Lifting de orelha (ponteira P, PP e XP) Fulguração

O protocolo com as ponteiras (P, PP, XP), tem por objetivo, promover uma cauterização superficial da pele, causando um processo inflamatório terapêutico, com benefício da retração da pele provocando o efeito lifting e preenchedor no lóbulo da orelha. Passo a passo:

  1. Higienização, esfoliação, tonificação e assepsia da pele;
  2. Aplique o anestésico se necessário;
  3. Retirar o anestésico com gaze e soro fisiológico;
  4. Ajustar a ponteira escolhida (P, PP ou XP) de acordo com o tipo de pele e grau de flacidez;
  5. Trabalhar levemente de modo pontual, aproximando a ponteira sem encostar, apenas uma vez por ponto, em toda a extensão do lóbulo da orelha; não remover a crosta formada em hipótese alguma;
  6. Aplicar fototerapia Led Vermelho 30s pontuando a área trabalhada;
  7. No término do procedimento pode-se aplicar produtos dermocosméticos indicados para técnica, sem corantes, aromatizantes, conservantes agressivos, ácidos. De preferência com ação rejuvenescedora. Sugestão: produtos específicos para microagulhamento em monodoses;
  8. Não utilizar filtro solar em seguida, somente após no mínimo 24hs.

 

6) Papada (ponteira P, PP, XP) Fulguração

A região do mento é uma área suscetível a acumulo de gordura e flacidez. O protocolo Lifting de papada com as ponteiras (P, PP, XP), tem por objetivo, promover uma cauterização superficial da pele, com consequente processo inflamatório terapêutico para reparo formando nova síntese de colágeno e retraindo o tecido no sentido da aplicação. Passo a passo:

  1. Higienização, esfoliação e tonificação de acordo com o biótipo;
  2. Realize o preparo da pele com a ponteira L promovendo um peeling superficial, removendo células mortas e aumentando a circulação e a oxigenação na pele;
  3. Aplique o anestésico se necessário; em seguida faça a assepsia da pele;
  4. Retirar o anestésico com gaze e soro fisiológico ajustar a ponteira (P, PP, XP) de acordo com o tipo de pele e grau de flacidez;
  5. Trabalhar de modo pontual de forma suave, aproximando a ponteira sem encostar, apenas uma vez por ponto, em toda a extensão do mento em forma de triangulo, não remover a crosta formada;
  6. Aplicar fototerapia Led Vermelho 30s pontual sobre a área trabalhada;
  7. No término do procedimento pode-se aplicar produtos dermocosméticos indicados para técnica, sem corantes, aromatizantes, conservantes agressivos, ácidos. De preferência com ação tensora e redutora para o caso de acúmulo de gordura. Sugestão: produtos específicos para microagulhamento em monodoses;
  8. Não utilizar filtro solar em seguida, somente após no mínimo 24hs.

 

7) Olheiras (Ponteira C)

O protocolo para Olheiras tem por objetivo estimular a circulação sanguínea e promover um peeling superficial. Passo a passo:

  1. Higienização, esfoliação e tonificação de acordo com biotipo;
  2. Ajustar a ponteira C na caneta e com movimentos de varredura e de modo circular aplicar sobre toda a região de pálpebra superior e inferior, promovendo eritema suave (a intensidade da corrente pode variar de acordo com a sensibilidade individual de cada um, assim como a quantidade de passadas da caneta no mesmo local);
  3. Logo após o procedimento, aplicar fototerapia Led Vermelho 30s pontual sobre a área;
  4. Seguir com protocolo utilizando produtos dermocosméticos para o tratamento de olheiras conforme orientação do fabricante;
  5. Finalizar com FPS.

 

 
8) Cicatriz de acne Atrófica (ponteira P, PP ou XP) Fulguração

Cicatriz atrófica apresenta uma depressão na pele. O objetivo deste protocolo com ponteira (P, PP ou XP) é promover uma cauterização superficial da pele, com consequente processo inflamatório terapêutico para reparo da pele, formando nova síntese de colágeno, com efeito, preenchedor na depressão. Passo a passo:

  1. Realize o “Preparo da Pele” conforme protocolo;
  2. Aplique o anestésico se necessário;
  3. Retirar o anestésico com gaze e soro fisiológico em seguida faça assepsia;
  4. Ajustar a ponteira (P, PP ou XP) de acordo com o tipo de pele e grau de cicatriz;
  5. Trabalhar de modo pontual e suave, aproximando a ponteira sem encostar, apenas uma vez por ponto, em toda a borda da cicatriz; não remover a crosta formada em hipótese alguma;
  6. Aplicar fototerapia Led Vermelho 30s pontual em toda área trabalhada;
  7. No término do procedimento pode-se aplicar produtos dermocosméticos indicados para técnica, sem corantes, aromatizantes, conservantes agressivos, ácidos. De preferência com ação especifica para cicatriz atrófica. Sugestão: produtos para microagulhamento em monodoses;
  8. Não utilizar filtro solar em seguida, somente após no mínimo 24hs.

 

 
9) Estrias Vermelhas ou Arroxeadas (Ponteira L)

As estrias são cicatrizes que se formam quando há rompimento de fibras elásticas e colágenas na pele, normalmente causada por um estiramento da pele. Nesta fase, as estrias ficam com aspecto avermelhado, ganhando em seguida um tom arroxeado devido ao extravasamento, dos capilares sanguíneos. O tratamento proposto com o New Skin tem por objetivo promover um peeling superficial, aumentando oxigenação, circulação e a permeabilidade da pele e o uso da fototerapia como modulador do processo inflamatório. Passo a passo:

  1. Higienização e tonificação da pele;
  2. Ajustar a ponteira L na caneta e com movimentos leves de varredura com a ponteira deitada e também a 90º. Aplicar sobre toda a região acometida por estrias vermelhas ou arroxeada, promovendo eritema suave (a intensidade da corrente pode variar de acordo com a sensibilidade individual de cada um, assim como a quantidade de passadas da caneta no mesmo local);
  3. Logo após o procedimento, aplicar fototerapia Led Vermelho 30s pontual em toda a região;
  4. Seguir com protocolo utilizando produtos dermocosméticos para o tratamento de estrias conforme orientação do fabricante;
  5. Finalizar com FPS.

 

10) Estrias Brancas ou Nacaradas (Ponteira M e G)

O objetivo deste protocolo com ponteira (M ou G) é promover um peeling superficial a médio, aumentando oxigenação, estimulando a circulação sanguínea e permeabilidade da pele para uso de ativos. Passo a passo:

  1. Higienização, esfoliação;
  2. Ajustar a ponteira M ou G na caneta e com movimentos de varredura aplicar sobre toda a região acometida por estrias brancas ou nacarada, promovendo eritema suave (a intensidade da corrente pode variar de acordo com a sensibilidade individual de cada um, assim como a quantidade de passadas da caneta no mesmo local);
  3. Com a caneta a 90° pontue o centro da estria, estimulando esta região mais intensamente;
  4. Logo após o procedimento, aplicar fototerapia Led Vermelho 20s pontual em toda a região;
  5. Seguir com protocolo utilizando produtos dermocosméticos para o tratamento de estrias conforme orientação do fabricante;
  6. Finalizar com FPS.

 

11) Despigmentação Micropigmentação (ponteira PP, XP)

O objetivo deste protocolo de despigmentação de micropigmentação é promove uma cauterização superficial da pele, ocasionando na formação de crosta com perda tecidual e consequente clareamento da pele. Passo a passo:

  1. Higienização e assepsia;
  2. Aplique o anestésico se necessário;
  3. Retirar o anestésico com gaze e soro fisiológico
  4. Ajustar a ponteira PP ou XP na caneta;
  5. Trabalhar de modo pontual de forma suave, aproximando a ponteira sem encostar, apenas uma vez por ponto, em toda a extensão que deseja despigmentar;
  6. Aplicar fototerapia Led Vermelho 30s pontual em toda área trabalhada;
  7. Aplicar gel ou sérum calmante;
  8. Não remover as crostas formadas no ato da fulguração.

 

12) Clareamento de joelho e cotovelo (ponteira L, C ou G)

O objetivo deste protocolo com as ponteiras L, C ou G, visa promover um peeling superficial, aumentando oxigenação, circulação e permeabilidade da pele estimulando a renovação celular, auxiliando no clareamento da região. Passo a passo:

  1. Higienização, esfoliação e tonificação da pele;
  2. Ajustar a ponteira L na caneta e com movimentos de varredura promover eritema suave (a intensidade da corrente pode variar de acordo coma a sensibilidade individual de cada um, assim como a quantidade de passadas da caneta no mesmo local);
  3. Durante a aplicação, a pele deve estar completamente seca, sem resíduos de produtos e oleosidades;
  4. Aplicar fototerapia Led Vermelho 20s pontual sobre a região trabalhada;
  5. Seguir com protocolo utilizando produtos dermocosméticos para clareamento corporal conforme orientação do fabricante;
  6. Finalizar com FPS.

 

13) Clareamento de virilha e axila

O objetivo deste protocolo com as ponteiras L ou C é promover um peeling superficial, aumentando a circulação e oxigenação e melhorar a permeabilidade da pele e consequentemente o clareamento da região. Passo a passo:

  1. Higienização e esfoliação;
  2. Ajustar a ponteira L na caneta e com movimentos de varredura promover eritema suave (a intensidade da corrente pode variar de acordo com a sensibilidade individual de cada um, assim como a quantidade de passadas da caneta no mesmo local);
  3. Durante a aplicação, a pele deve estar completamente seca, sem resíduos de produtos e oleosidades;
  4. Aplicar fototerapia Led Vermelho 20s pontual sobre a região trabalhada;
  5. Seguir com protocolo utilizando produtos dermocosméticos para clareamento, conforme orientação do fabricante;
  6. Cuidado com o atrito de roupas apertadas.

 

14) Flacidez de Braço (ponteira P, PP ou XP)

A maior causa da flacidez na área dos braços é a variação de peso. Isso acontece porque a pele dessa região é fina e não muito elástica. Uma vez distendida, a gordura faz com que a área fique curva. Então, mesmo após emagrecer novamente, a pele não volta ao estado original, tornando-se flácida. O objetivo deste protocolo com ponteira P, PP ou XP visa promover uma cauterização superficial da pele, com consequente processo inflamatório terapêutico para reparo formando nova síntese de colágeno e retraindo o tecido no sentido da aplicação. Passo a passo:

  1. Realize o “Preparo da Pele” conforme protocolo;
  2. Aplique o anestésico se necessário;
  3. Retirar o anestésico com gaze e soro fisiológico;
  4. Ajustar a ponteira P, PP ou XP na caneta;
  5. Trabalhar de modo pontual de forma suave, aproximando a ponteira sem encostar, apenas uma vez por ponto;
  6. Aplicar fototerapia Led Vermelho 30s pontuando a área trabalhada;
  7. No término do procedimento pode-se aplicar produtos dermocosméticos indicados para técnica, sem corantes, aromatizantes, conservantes agressivos, ácidos. De preferência com ação clareadora. Sugestão: produtos específicos para microagulhamento em monodoses;
  8. Não utilizar filtro solar em seguida, somente após no mínimo 24hs.

 

15) Flacidez de umbigo (Ponteira P, PP ou XP)

Além de excesso de pele na região abdominal existe a flacidez na região do umbigo onde denominamos “umbigo triste”. O objetivo deste protocolo com ponteira P, PP ou XP visa promover uma cauterização superficial da pele, com consequente processo inflamatório terapêutico para reparo formando nova síntese de colágeno e retraindo o tecido no sentido da aplicação. Passo a passo:

  1. Realize o “Preparo da Pele” conforme protocolo;
  2. Aplique o anestésico se necessário;
  3. Retirar o anestésico com gaze e soro fisiológico
  4. Ajustar a ponteira P, PP ou XP na caneta;
  5. Trabalhar de modo pontual de forma suave, aproximando a ponteira sem encostar, apenas uma vez por ponto, trabalhar de modo pontual de forma suave, aproximando a ponteira sem encostar, apenas uma vez por ponto, em toda a região a ser trabalhada;
  6. Aplicar fototerapia Led Vermelho 30s pontual sobre área trabalhada;
  7. No término do procedimento pode-se aplicar produtos dermocosméticos indicados para técnica, sem corantes, aromatizantes, conservantes agressivos, ácidos. De preferência com ação sobre a flacidez. Sugestão: produtos específicos para microagulhamento em monodoses.

 

CONTRA INDICAÇÕES:

- Não irradiar com a caneta de fototerapia pacientes que estão utilizando medicamentos ou substâncias que podem ter ação fotossensibilizadora; - Não utilizar o equipamento em lesões cancerígenas; - Não utilizar em manchas altas, enrugadas ou escuras, verrugas plantares, verrugas anogenitais ou condilomas e melasmas; - Não utilizar em áreas com sangramento ou feridas abertas; - Não utilizar sobre útero gravídico; - Não utilizar em pacientes cardiopatas, que possuem marcapassos; - Não utilizar em conjunto com aparelho de neuroestimulação; - Não utilizar em lesões de herpes labial.

 

ORIENTAÇÕES PARA TRATAMENTO PÓS-PROCEDIMENTO DE ELETROCAUTÉRIO:

Em procedimentos dos quais se formam processos inflamatórios (carbonização) são necessários cuidados especiais no dia a dia, quanto a fase de recuperação e restauração da pele.

1. Durante os 3 ou 4 dias a pele fica sensível e poderá sentir calor, tensionamento, inchaço e eritema(vermelhidão), neste período pode usar compressa fria de soro fisiológico e água termal e hidratante adequado conforme orientação profissional;

2. Não lave a região tratada com água quente e nem use sabonetes alcalinos (tipo de barras), somente use o higienizador recomendado pelo profissional;

3. Não use maquiagem durante 1(uma) semana;

4. Não use filtro solar por no mínimo 24hs;

5. Evitar contato com animais;

6. Evitar tocar as mãos na área tratada sem que elas estejam limpas;

7. Não esfregar ou “cutucar” a pele, ou usar produtos “abrasivos” como ácidos e esfoliantes enquanto a pele estiver em processo de cicatrização (o tempo varia de acordo com o tipo de tratamento); pergunte sempre ao profissional se tiver dúvidas;

8. No caso de tratamento corporal, cuidado para que a região para fiquem em contato com roupas, cabelos, etc., pois pode haver contaminação e cuidado com atrito, pode aumentar a inflamação;

9. Recomenda-se lavar a região tratada com o sabonete recomendado pelo profissional (de preferência, com ação calmante hidratante e bactericida);

10. Aplicar os produtos indicados após o procedimento (calmantes, antissépticos e regeneradores), seguindo sempre a orientação do profissional que lhe atendeu;

11. Nos três primeiros dias utilizar os produtos recomendados por no mínimo 2 vezes ao dia; após isso, aguardar um pouco até o calmante ser absorvido (total ou parcialmente) e por cima, aplicar o filtro solar de acordo com seu tipo de pele que está liberado para uso após 24hs sendo ideal 48h. após o procedimento. Se houver dúvidas consulte seu profissional;

12. A partir do 4º ou 5º dia, pós-procedimento, o uso do calmante (se já não houver ardor, queimação ou dor) pode ser encerrado. A partir daí, deve-se dar preferência aos produtos regeneradores/cicatrizantes;

13. Não remova as crostas (“casquinhas”) geradas no tratamento, pois estas protegem a pele e facilitam a cicatrização;

14. Pelo menos até 4 semanas após o procedimento, não expor a pele ao sol, principalmente sem o uso do filtro solar. (Obs.: até a luz visível pode causar manchas, como lâmpadas, celular, computador, televisão, entre outros, use o filtro quando se expor aos eletrônicos);

15. No caso de estrias, cuidado com roupas apertadas e atritos na região trabalhada;

16. No caso de mãos, não usar luvas nem produtos químicos que possam aumentar o processo inflamatório;

17. Qualquer percepção diferente, ou dúvidas sobre as reações da sua pele, consulte imediatamente seu profissional;

 

Fonte: MMOptics

  • Compartilhe este post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para Protocolos do New Skin MMO - Eletrocautério nos Tratamentos Estéticos

Enviando Comentário Fechar :/

Mais Vendidos

E-mail cadastrado com sucesso!