Você adicionou um produto ao carrinho
Você adicionou a sua lista de compras. O que deseja fazer agora?
Continuar Comprando! Concluir Compra!
X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!

Olá, faça o seu login ou cadastre-se. Compre pelo telefone (37) 3213-2913

6 dicas para reduzir os custos fixos na sua empresa

6 dicas para reduzir os custos fixos na sua empresa
  • Compartilhe este post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

28 votos

Com a certeza de redução no consumo, é hora de cortar gastos e aliviar o caixa!

É hora de cortar gastos fixos e renegociar o que for possível!

A aplicação prática de cada uma dessas sugestões vai depender de cada caso, mas considere essa lista como um ponto de partida para a sua estratégia de redução de custos.

 

1. Cortar serviços não essenciais

O primeiro exercício é olhar para o seu fluxo de caixa e identificar quais serviços neste momento podem ser interrompidos.

Com o time inteiro trabalhando de casa, por exemplo, será que o seu plano de internet precisa ser o mesmo nos próximos meses? Que outros serviços na sua empresa estão diretamente ligados à presença física da sua equipe no escritório?

 

2. Reduzir o aluguel

Você não é o único que está passando por essa crise. Se você paga aluguel na sua loja ou escritório, entre em contato com o locatário e faça uma proposta de redução no valor para o período da quarentena.

Há ainda a opção de negociar um adiamento dos pagamentos, diluindo o valor dos próximos meses nas parcelas seguintes, para quando a situação voltar ao normal.

 

3. Renegociar dívidas e taxas com o banco

Lembra do seu gerente do banco? Chegou a hora de pegar o telefone e ligar pra ele. Se você já está pagando parcelas de empréstimo ou mesmo prevê a utilização do cheque especial, entenda com o banco a possibilidade de redução nas taxas e prorrogação nos vencimentos.

Em março, a Febraban, entidade que representa os bancos, anunciou que as cinco maiores instituições financeiras do país estavam abertas para discutir esse tipo de prorrogação para até 60 dias.

 

4. Promoções para queimar o estoque

Se você trabalha com estoque de produtos para usar em seus atendimentos e viu sua rotatividade cair, calcule o que vale mais a pena: vender os seus serviços que utilizam esses produtos por um preço menor ou assumir os gastos com armazenamento e deterioração.

Se o seu tipo de negócio permitir, tente fazer promoções para venda de Vouchers de Tratamentos.

6 dicas para reduzir os custos fixos na sua empresa

 

5. Ficar atento às medidas governamentais

Fique de olho nas medidas governamentais para apoiar as empresas durante a crise. Em março foi anunciada uma linha de financiamento a juros reduzidos para micro e pequenas empresas custearem suas folhas de pagamento.

Pela iniciativa, o governo vai arcar com os salários de funcionários no valor de até dois salários mínimos (R$ 2.090) durante dois meses, contato que a empresa não demita os funcionários. A linha de crédito prevê juros de 3,75% ao ano e é válida para empresas que possuam faturamento anual de R$ 360 mil a R$10 milhões.

Além disso, o governo publicou recentemente no Diário Oficial da União a medida provisória que institui o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda.

Entre outras coisas, a medida permite a redução proporcional de jornada de trabalho e de salários; a permissão para suspensão temporária do contrato de trabalho e o pagamento de Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda, uma espécie de complementação financeira, pelo governo, na celebração de acordos específicos.



6. Demissões apenas em último caso

Cada empreendedor conhece sua realidade, mas vale lembrar que demissões também geram custos para a empresa com o pagamento dos direitos trabalhistas. Além disso, uma equipe engajada pode ajudar muito o seu negócio na hora de enfrentar a crise.

Seja transparente com seus colaboradores, se precisar mostre os números para que todos estejam cientes. Dependendo do caso, vale até incentivá-los a tentar gerar vendas e outras formas de receitas para a empresa em troca de comissões.

 

E aí? Consegue aplicar alguma dessas dicas no seu negócio?

 

Dica bônus:

Se você pensa em investir na compra de algum aparelho de estética para sua clínica o momento é agora, pois as empresas fabricantes liberaram que suas revendas ofereçam descontos jamais vistos no mercado.

Infelizmente esta não foi a primeira e provavelmente não será a última crise que viveremos. O bom empreendedor sabe aproveitar o momento de crise e lucrar na compra de aparelhos também.

Aqui na Diprofisio toda a loja está com desconto especial. Aproveite!

 

O problema da crise não é a crise em si, mas o que fazemos enquanto ela acontece.

 

 

Fonte: Granatum
 

  • Compartilhe este post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para 6 dicas para reduzir os custos fixos na sua empresa

Enviando Comentário Fechar :/

Mais Vendidos

E-mail cadastrado com sucesso!